EDUCAÇÃO

Professora Maria Bernardes, uma sertaneja com uma linda história!

Ela nasceu na Fazenda Poço do Juá - Abaré/BA. Formou-se em Pedagogia aos 60 anos...

Publicada em 08/02/21 às 10:43h - 112 visualizações por Antônio Galdino com informações de Valdomiro Nascimento

Link da Notícia:
Compartilhe
   

“Nasci na Fazenda Poço do Juá, Município de Abaré, onde moro até hoje. Desenvolvi a leitura lendo cordéis. Escrevi muito na areia, não tinha Escola.” “Gosto de música e cordéis, cuidar das plantas e hortas” – Maria Bernardes

Quando a gente lê o que disse Euclides da Cunha ao descrever o homem e a mulher sertanejos com uma palavra e conhece histórias como a da Professora aposentada Maria Bernardes é que realmente entende que “o sertanejo é, antes de tudo, um forte”.

Recebi aqui no jornal Folha Sertaneja a história desta mulher guerreira, dos sertões nordestinos, moradora todo o tempo da área rural do Município de Abaré, Fazenda Poço do Juá, e lembrei, imediatamente de outro sertanejo, este nascido em São José de Piranhas, na divisa da Paraíba com o Ceará, o senhor Euclides Ribeiro que viveu 95 anos, 67 deles vividos em Paulo Afonso.

Sua família me honrou com a oportunidade de escrever a sua história em um livro – Euclides Ribeiro – 95 anos de histórias de vida - e nele ele me contava “aprendi a ler com a carta de ABC, na roça, puxando cobra pros pés.

A história da professora Maria Bernardes, que me chega através de Valdomiro Nascimento, seu conterrâneo de Abaré, mostra a sua força de guerreira e de vencedora na aridez do sertão.

Como ela relatou para Valdomiro, aprendeu a ler com os cordéis e escrevia muito na areia, porque não tinha escola.

Ainda assim no seu desejo de aprender mais, sempre mais, buscava alguns livros e contava com o incentivo da mãe, D. Maria Bernarda, que, apesar de ter pouca leitura investiu na educação da filha que desde a infância e na adolescência sempre demostrou essa vontade de estudar, apesar de todas as dificuldades da época.

Assim, Maria Bernardes, fez todo o curso Primário e Secundário daqueles tempos, da 1ª até a 8ª séries por correspondência, no chamado Curso de Madureza Ginasial (Supletivo de 1º Grau) do Instituto Universal Brasileiro e, para concluir os seus estudos, encaminhava e recebia suas atividades via Correios.

Quando estava na 8ª série já se sentiu no desejo de compartilhar o que sabia e começou a ensinar a outras crianças.

Maria Bernardes da Anunciação, nasceu no dia 22 de novembro de 1948, em Abaré/BA. É filha de Antonio Valério da Anunciação e Maria Bernarda da Anunciação.

Foi alfabetizada e evangelizada pela mãe. Estudou, por correspondência, o Madureza Ginasial (Supletivo de 1º. Grau) em 1970, pelo Instituto Universal Brasileiro, de São Paulo.

Vinte anos depois, em 1990, concluiu o Magistério LOGOS II.

No ano de 2009, quase vinte anos depois de concluir o Curso de Magistério, quando já estava com 60 anos de idade, Maria Bernardes conseguiu ser Licenciada em Pedagogia “pela Academia de Educação Montenegro, que tinha a Faculdade Montenegro, em Juazeiro/BA e de onde iam os professores para Abaré. O curso era em Abaré mas a formatura foi na cidade de Juazeiro em 08 de agosto de 2009”, lembra a Professora Maria Bernardes ao seu amigo e conterrâneo Valdomiro.

Concluído o Curso de Pedagogia, ela decidiu fazer logo uma Pós-Graduação em Psicopedagogia Institucional, que concluiu em 2011, aos 62 anos de idade.

Maria Bernardes atuou como Professora da 1ª. a 4ª. séries pelo Município de Abaré de onde é aposentada.

Ao longo de sua vida dividiu os estudos e o trabalho com a educação de crianças com a vida intensa de mãe e companheira do esposo João Batista, com quem se casou no ano de 1982 e os cinco filhos – quatro meninas e um menino - que nasceram entre os anos de 1982 e 1991 e todos eles foram alfabetizados e estudaram de 1ª. a 4ª. séries com a própria mãe.

E sabe o que aconteceu com cada um dos seus filhos? Todos eles tiveram a sua formação em nível superior:

Reinalda – Licenciada em Matemática, Raniene – Licenciado em Física, Marília – Licenciada em Letras e Márcia e Dianea – Licenciadas em Pedagogia, como a mãe.

Maria Bernardes sempre foi uma lutadora para que os benefícios dos programas do governo chegassem à sua região, como o acesso à água, seja pelo projeto Cisterna do consumo, através da ASA e da Diocese de Paulo Afonso, seja no Projeto Água na Torneira e, mais recentemente, no ano de 2018, ela com 69, chegando aos 70 anos, participou do Curso de Capacitação de Famílias em gestão de água para produção de alimentos e construção de Cisterna-Calçadão – do Programa ARCAS e ASA.

A sua linha de tempo mostra a caminhada dessa sertaneja nessas muitas décadas de muita luta, sofrendo um bom tempo pela falta de água e outros benefícios que foram, aos poucos, chegando ao seu lugar.

1948 – Nascimento

1970 – Com 22 anos fez o Curso de Madureza (Supletivo de 1º grau) pelo IUB.

1982 – Aos 34 anos a constituição da família de Maria Bernardes e João Batista.

1983 a 1991 – Vieram os 5 filhos, 4 meninas e 1 menino.

1987 – Além das atividades de mãe, esposa, dona de casa, com os problemas da falta de água, começa a estudar o Magistério em Abaré, enfrentando muitas dificuldades com os transportes.

1990 – Conclui o Curso de Magistério

2005 – Todos muito felizes porque a família é beneficiada com a Cisterna de consumo, através da ASA e Diocese de Paulo Afonso. Não faltou mais água.

2006 – Inicia os estudos da Faculdade, em Abaré.

2009 – Formatura de Licenciatura em Pedagogia

2012 – Outro benefício chega à família: Projeto Água na Torneira

2013 – aos 65 anos, chega a sua aposentadoria.

2018 – aos 70 anos participou do Curso de Capacitação de Famílias em gestão de água.

Aposentada, os filhos todos formados, ela se dá ao direito de pegar o seu violão e cantar, no cenário sertanejo que emoldurou toda a história de sua vida, as canções do Nordeste, dos forrós de pé-de-serra, das coisas do nosso sertão.

A história da sertaneja Maria Bernardes é realmente muito inspiradora e mostra a garra, a luta, a determinação de vencer que faz das mulheres sertanejas fortes e guerreiras.

E depois dessa caminhada que dá um bom roteiro para um documentário, um filme, um livro, ele decidiu compartilhar essas suas vivências, um pouco apenas de sua história com os colegas professores e companheiros de muitas jornadas, deixando sua mensagem de incentivo e luta na educação.

Mais que isso, esse seu exemplo vai bem além dos seus colegas professores. Vai-se se espalhar pelas ondas da internet pelo Nordeste afora, melhor, pelo Brasil, pelo mundo, para que todos saibam do valor do povo sertanejo, já reverenciado por Euclides da Cunha, da mulher sertaneja que tira forças só Deus sabe de onde para que nada falte às suas crianças, seus companheiros, sua comunidade.

Alegra-me ter tido o privilégio de conhecer a história da minha colega Professora Maria Bernardes e de ajuda-la a compartilhar essas vivências, essas lições de vida, exemplo para todos nós.

Parabéns Professora Maria Bernardes por essa determinação, pela família de educadores que, certamente terão a mãe como modelo por todos os lugares onde estiverem.

E, Professora Maria Bernardes, dedilhe seu violão, solte a sua voz que estes sons invadirão as terras sertanejas anunciando a tua presença benfazeja...  (Veja o vídeo)







ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








WhatsApp 087 9 9805 9627
+ Acessadas
ALUNOS DOS CURSOS DE BACHARELADO EM FARMÁCIA E DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DO CESVASF REALIZARAM VISITA TÉCNICA NA ESCOLA DO VINHO (IF SERTÃO - PETROLINA) E NA VINÍCOLA RIO SOL (LAGOA GRANDE).
Belém do São Francisco terá curso de Medicina, antecipa presidente da ABCDE, Ana Gleide
ABARÉ-BA: DEPUTADO PEDRO TAVARES SOLICITA AMPLIAÇÃO DE SINAIS DE TELEFONIA PARA O MUNICÍPIO.
FELIZ ANIVERSÁRIO VAQUEIRA MARISA ADRIANA
CAMINHONEIRO MANDA RECADO AOS BANDIDOS DE CABROBÓ, IBÓ E BELÉM; A TERRA DE ?SEU NINGUÉM!?
ACIDENTE COM VITIMA FATAL E TRÊS FERIDOS NA CURVA DO RIACHO PEQUENO EM BELÉM DO SÃO FRANCISCO
RAIO MATA ANIMAIS NO MUNICÍPIO DE BELÉM DO SÃO FRANCISCO PE
Homicídio em Rodelas-BA.
OVELHA NASCE COM CARA DE LOBISOMEM EM BARROCAS-BA
Vídeo:idoso de 70 anos é flagrado fazendo sexo com galinha no quintal de casa
Redes Sociais
Galeria de Fotos
Iº SIMPÓSIO DE MEIO AMBIENTE DO CESVASF
Representantes da ABCDE/CESVASF prestigiam posse de novos conselheiros do Conselho Estadual de Educação
GRUPO CASA E COMPANHIA NA TORCIDA PELO BRASIL
Publicidade Lateral
Estatísticas

Visitas: 4238017

Usuários Online: 20

Parceiros
Sertão Noticias.com
Copyright (c) 2021 - Sertão Notícias - Todos os direitos reservados
Converse conosco pelo Whatsapp!