Quinta-feira, 28 de Maio de 2020

Noticias

Publicada em 20/06/14 - 729 visualizações
PREFEITO BENEDITO E COMITIVA MARCAM PRESENÇA NA CONVENÇÃO ESTADUAL DA CHAPA MAJORITÁRIA DA OPOSIÇÃO EM SALVADOR.

Sertão Notícias


 (Foto: Sertão Mania)

Na ultima quarta feira dia 18 aconteceu a convenção A coligação Unidos por uma Bahia Melhor, que reúne PMDB, DEM e PSDB, foi aclamada por milhares de pessoas durante o evento que homologou as candidaturas das eleições majoritárias e proporcionais, com a participação dos delegados municipais, membros do diretório estadual e deputados, que votaram para definir a chapa e as coligações.

A cidade de Abaré marcou presença representada pelo Prefeito Benedito Cruz,  os vereadores Edvaldo Soares, Ana Paula, Saleze o Presidente da Câmara de vereadores Cícero Marinheiro, Delísio Oliveira secretario de administração,Perciliano de Castro secretario de Ação Social, Manoel Messias procurador do município, os jovens Jerson Florimel e Samuel Santana do projeto Pedra Branca, Neto do Ibó,Del assessor do Deputado Pedro Tavares e outros representantes participaram do evento.


Todos os oradores criticaram a gestão do governador  Jaques Wagner e da presidente Dilma Rousseff.  Neto fez um discurso contundente, sepultando a lua de mel com o governador. Pediu que os eleitores do interior reajam da mesma forma que, segundo ele, os votantes de Salvador  fizeram quando ele foi eleito prefeito.

"Enfrentei muitos poderosos. Tentaram fazer o discurso da chantagem e do medo, que a cidade não poderia ser governada por um prefeito que não fosse aliado da presidente da república. Mas o povo não se deixou intimidar", disse. "Vamos enfrentar os poderosos e as máquinas que serão usadas, o dinheiro que vai surgir e o discurso intimidatório que será trazido para a Bahia", afirmou.

O peemedebista Geddel Vieira Lima adotou  refrão católico, dizendo "minha culpa, minha culpa, minha máxima culpa" pelo fato de ter, na eleição de 2006 para o governo do estado, apoiado Wagner. "Se arrependimento matasse, não estaria aqui falando com vocês", discursou, criticando a gestão de áreas como segurança, saúde e educação.

Geddel apontou  supostas promessas não realizadas pelo governador. "Cadê a fábrica da JAC Motors? E o Porto Sul, que não saiu do papel?".

Ex-ministro da Integração Nacional na gestão do ex-presidente  Luiz Inácio Lula da Silva, Geddel elogiou o petista, por ter dado "contribuições fundamentais para o país", mas disse que ele errou ao "inventar" uma liderança como a presidente Dilma, que estaria deixando escapar as conquistas devido à alta inflação, ao baixo crescimento e ao aumento do desemprego.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


087 9 9805 9627

Redes Sociais


Enquete


Nenhum registro encontrado


Publicidade Lateral
Estatísticas
Visitas: 3728535 Usuários Online: 75


ANUNCIAD 3
Fan Page

Parceiros


Sertão Noticias.com
Copyright (c) 2020 - Sertão Notícias - Todos os direitos reservados