Domingo, 12 de Julho de 2020

Noticias

Publicada em 25/05/20 às 16:53h - 26 visualizações
ABARÉ: PM TADEU QUEBRA O SILENCIO, E FALA O QUE ACONTECEU NA BARREIRA SANITÁRIA DE IBÓ

POR POLITICA TOTAL






Em entrevista concedida por telefone, o soldado Tadeu, conta sua versão do aconteceu, no episódio da barreira sanitária em Ibó, segundo ele as pessoas que estão na barreira, não tem nenhuma ligação com a saúde ou preparação para atuar. Ainda em sua fala afirma que, quando chegou no local, uma das servidoras começou aumentar o tom de voz, exigindo que a policia prendesse o rapaz que havia quebrado o cone, quando foi dito a ela que o cidadão tinha o direito de caminhar por qualquer localidade do território nacional, fazendo valer o artigo 5º da constituição.

 Segundo ele, foi resolvido a situação naquele momento, pois o rapaz afirmou que iria pagar o material quebrado, porém a mesma gritou, em alto e bom som, afirmando que o trabalho da policia naquele local não foi necessário, já que não prendeu ninguém. Ele acentuou que pediu respeito por parte da servidora e realmente precisou falar em tom alto, pois eles estavam ali a serviço da comunidade, e que sabia do valor da barreira sanitária, para o distrito.

 Quando estavam retornando para viatura, ela ironizou com a frase: JÁ ESTÃO INDO TARDE, quando novamente desembarcaram e novamente pediu respeito e avisou a mesma que se ela cometesse crime ela seria presa e conduzida, Segundo SD Tadeu que usou a expressão "TEATRO" para descrever a cena que foi feita naquele dia, pois os mesmos usaram grupos de whatshapp para notificar a secretaria de Saúde com a versão deles.

 Segundo ele a prefeitura dar apoio a policia militar, e que eles estão sempre disponíveis para ajudar a população, ele ainda fala da existência de um grupo de rede sociais, onde as 42 pessoas que atuam naquela barreira entrou em contato com o prefeito ou secretaria, e os mesmos se sentiram acuados por se tratar da pressão dos que estavam ali, ele foi remanejado para outra cidade a pedido do Prefeito Fernando
 Ele está respondendo a essa sindicância e se for gerado algo contra ele, o mesmo nos relatou que entrou em contato com seus advogados, e que irá entrar com um processo contra a servidora, que segundo ele, foi feito falsa comunicação de crime. Ele diz está tranquilo e de cabeça erguida, pois o que foi realizado naquele acontecimento foi procedimentos que asseguram os direitos constitucionais.

A redação.

Nosso Jornal está aberto para todas partes se manisfestarem, lembrando que todo o conteúdo deste artigo pertence ao dono da fala.






ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


087 9 9805 9627

Redes Sociais


Enquete


Nenhum registro encontrado


Publicidade Lateral
Estatísticas
Visitas: 3803882 Usuários Online: 65


ANUNCIAD 3
Fan Page

Parceiros


Sertão Noticias.com
Copyright (c) 2020 - Sertão Notícias - Todos os direitos reservados