Domingo, 09 de Dezembro de 2018

Noticias

Publicada em 15/01/16 às 18:26h - 308 visualizações
Audiência discute transposição do Rio Tocantins para o São Francisco
Audiência ocorreu nesta sexta (15) na Câmara de Vereadores de Petrolina. Projeto recebeu muitas críticas, principalmente dos ambientalistas.

Sertão Notícias,G1 Petrolina


Audiência discute transposição do Rio Tocantis para o São Francisco  (Foto: )

Uma audiência pública foi realizada nesta sexta-feira (15) em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. O encontro, que aconteceu na Câmara de Vereadores, foi para discutir a interligação do Rio Tocantins com o São Francisco e esclarecer os detalhes do projeto que é de autoria do deputado federal Gonzaga Patriota.

A proposta começou a ser discutida há 20 anos e prevê a transposição do Rio Tocantins para o Rio São Francisco."Tudo tem seu momento, quem sabe a gente vai implantar o projeto em poucos meses ou anos. Não dá para continuar acreditando que vai chover mais e vamos  desassorear o Rio São Francisco ou que seus afluentes vão voltar a encher. Temos que salvar o que já existe na região. Portanto, esse projeto demorou 20 anos na gaveta, vamos conversar com o governo para rapidamente aprovar e vai para o senado e a presidente sanciona", argumenta Patriota.

Para o engenheiro de pesca do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Vanderlei Pinheiro, as interligações dos rios precisam ser avaliadas, principalmente, a questão dos impactos ambientais. "Eu acho que é uma ideia louvável, mas tem muita coisa em questão que precisa ser estudada. Mas outra questão é prioridade, que temos uma obra aqui que não foi concluída e agora começaríamos uma obra que demandaria 700 km de canais, a evaporação seria muito grande, a quantidade de água que supriria a barragem de sobradinho e o Rio São Francisco seria muito pequena. E teríamos que avaliar como ficaria a questão geológica e dos animais. É preciso avaliar todos esses pontos, é uma obra grande, uma distância enorme e que tem um custo muito elevado", conclui.

A iniciativa tem recebido muitas críticas, principalmente dos ambientalistas. "Eu sou contrário porque é um bioma totalmente diferente que vai invadir o Rio São Francisco. Essa ideia do deputado não deveria estar em uma audiência pública. O que eles podem fazer é investir na revitalização e preservação do Rio São Francisco", relata o ambientalista Miro Souza.

O representante do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco, João Guadlinger, disse que é totalmente contra essa proposta. "Esse é um projeto pode trazer sérios problemas e é um projeto muito grande. Em cem anos, o Rio Tocantins pode ter 5 metros cúbicos e a mudança climática deve ser considerada. Temos que economizar a água de irrigação e considerar mudar o sistema de irrigação para economizar e não precisar da água do Rio Tocantins", argumenta.




087 9 9805 9627

Redes Sociais


Enquete


Nenhum registro encontrado


Publicidade Lateral
Estatísticas
Visitas: 3028721 Usuários Online: 113


Fan Page

Parceiros


Sertão Noticias.com
Copyright (c) 2018 - Sertão Notícias - Todos os direitos reservados