Buscar  
Política

Publicada em 31/05/18 às 07:44h - 68 visualizações
Abaré: Grupo de oposição na Câmara é o ‘calo’ no pé do prefeito Fernando Tolentino

Blog Carlos Brito


Vereadores: Jerson Florimel, Ana Paula, Pedrinho Marinheiro, Pepeu de Ninice, Chico Jericó e Adiel Paiva (Presidente da Câmara). (Foto: Divulgação)  (Foto: )


Tão certa como a luz do dia era a esperada vitória de um vereador aliado ao Prefeito de Abaré- BA em janeiro de 2017, elegendo-o para presidir a Câmara de Vereadores de Abaré. E assim, manteria a tradição, expondo a força máxima do executivo abareense.

Diante disso, apesar de todas as negociações realizadas nos bastidores, com ofertas tentadoras (cargos no executivo e benefícios pessoais), que de costume sempre fazia a Câmara legislativa através de o presidente seguir do lado do prefeito.

Mas dessa vez, foi diferente, apoiados por 5.888 (cinco mil quinhentos e treze) eleitores (duas coligações + os votos do presidente) que correspondem a 53,51% dos votos (legislativo) válidos abareense, nascia naquele momento o GRUPO G6- Grupo de Vereadores da oposição, que abrindo mão de qualquer vantagem pessoal, mantinham o compromisso de continuarem de forma independente honrando e defendendo os direitos do povo abareense que os elegeram.

Revoltado pela derrota no legislativo, o prefeito afastou de imediato mais de 70 concursados dos seus cargos (empossados em 2016), mas a cada dia o GRUPO G6 tem pedido o retorno dos mesmos (concursados) as suas funções, pedindo ainda que, o prefeito pare de recorrer na justiça na tentativa de afetar esses concursados que conseguiram seus empregos com muito estudo e trabalho. Mas, toda essa perseguição do executivo, é para sobrar vagas e assim, pagar promessas eleitorais. Mesmo assim, incansavelmente o GRUPO G6 tem acompanhado todo o andamento do processo nos órgãos judiciários, cobrando as autoridades o retorno imediato dos concursados afastados pela revolta do prefeito.

Foi defesa do GRUPO G6 e direito de todos os profissionais abareense receberem os salários e suas gratificações referentes ao mês de dezembro de 2016 e o recebimento do 13º salário, que a atual gestão durante mais de 16 meses se fez de desentendida, sem abrir se quer espaço para negociação com os mais diversos profissionais da área da saúde, agricultura e outros. Vindo a assinar um acordo judicial em 09/05/2018, que os comprometem a quitar os respectivos salários divididos em 12 parcelas, tirando dos trabalhadores as gratificações trabalhistas em prol de economizar para pagar com cargos as promessas eleitorais.  E dessa forma, o GRUPO G6 segue exercendo sua função, fiscalizando e cobrando a resolução das irregularidades encontradas na gestão executiva que criam transtorno e ferem o direito do povo abareense.

Como é o caso, da lei já aprovada na câmara pelo GRUPO G6, que reduz de 80% para 40% o valor cobrado da taxa de esgoto na conta de água de milhares de residências abareenses. Por incrível que seja, uma vez já aprovada a lei, o GRUPO G6 ainda tem que pressionar os órgãos competentes (Embasa) para que cumpram o determinado em lei e comecem a emitir as contas de agua com o desconto aprovado.

O GRUPO G6 também tem cobrado que o executivo faça as reformas das estradas municipais, que há quase 17 meses se encontram totalmente destruídas e que dificultam o tráfego das pessoas de suas comunidades para a sede do município, ou ainda para o distrito e povoados, é o caso da estrada que liga a BA 210 para o Projeto Pedra Branca via a Fazenda Fortuna que se encontra totalmente destruída.

Para concluirmos esse pequeno resumo de compromisso e trabalho do GRUPO G6, os mesmos têm atuado de forma incansável, adquirindo uma Máquina Retroescavadeira através da Associação FLORIMEL com indicação do Dep. Federal Elmar Nascimento que está trabalhando há mais de quatro meses no interior do município de Abaré, fazendo limpezas de aguadas, açudes, reabrindo estradas, escavando fossas, limpando terrenos, escavando cacimbas e outros que ajudam a melhorar a vida da sociedade abarense.

O GRUPO G6 cobra ainda que, o executivo conclua o pagamento do 13º salário dos servidores municipais referente ao ano de 2017, que de forma injusta e ilegal tiveram seus benefícios pagos na maioria dos casos pela metade ou com descontos, e que para conseguirem receber o restante que é deles (dos servidores) de direito, tem que entrar com requerimento pedindo que o restante do pagamento seja pago, parece até brincadeira, mas é a realidade abareense. E mesmo assim, ainda devem aguardar que o requerimento seja analisado (passados quase cinco meses, a analise do primeiro ainda não foi concluída ou divulgada) para que depois o restante do pagamento seja concluído.

Além disso, desde o mês de março, estendendo-se até o mês de maio, o GRUPO G6 tem cobrado incansavelmente ao PREFEITO FERNANDO TOLENTINO que assine DECLARAÇÃO que dá aval e permite a continuidade do projeto de construção de 100 casas populares no município de Abaré- BA, que atenderá a demanda de mães solteiras e famílias de baixa renda, coordenado pela Cooperativa Habitacional de Construção Civil em parceria com o Ministério das Cidades do Governo Federal, apoiado e defendido pelos vereadores do GRUPO G6.

Enquanto, o prefeito NÃO ASSINA, o projeto se encontra parado, correndo o risco de ser cancelado (ou seja, a população corre o risco de perder 100 casas por falta de tempo do prefeito de assinar uma declaração). E mesmo, assim, o GRUPO G6 continuará cobrando ao prefeito que dê mais atenção e prioridade aos trabalhos e assuntos que beneficie o povo abareense, sendo que, os últimos pedidos foram protocolados no mês de maio junto à assessoria do Prefeito pelo Vereador Pedrinho Marinheiro, mas que por falta de tempo livre na agenda do prefeito, o documento ainda não foi assinado e nem os vereadores conseguiram conversar com o prefeito na tentativa de destravar esse projeto de construção de 100 casas populares, no valor de aproximadamente R$ 3.000.000,00 (três milhões de reais) para o povo abareense.

Fonte: Vereadores: Jerson Florimel, Ana Paula, Pedrinho Marinheiro, Pepeu de Ninice, Chico Jericó e Adiel Paiva (Presidente da Câmara).




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

087 9 9805 9627

Redes Sociais


Enquete


Nenhum registro encontrado


Publicidade Lateral
Estatísticas
Visitas: 2834073 Usuários Online: 194
Fan Page

Parceiros


Sertão Noticias.com
Copyright (c) 2018 - Sertão Notícias - Todos os direitos reservados