Terça-feira, 26 de Março de 2019

Noticias

Publicada em 09/01/19 às 20:03h - 16 visualizações
‘Unidos vai ser muito mais fácil superar os desafios’, diz Paulo Câmara sobre Bolsonaro

Sertão Notícias


Após reunião com a bancada federal do PSB, o governador Paulo Câmara concedeu entrevista, e o governador procurou adotar o tom conciliador.

Na entrevista, Paulo Câmara disse que ainda aguarda a reunião que solicitou com o presidente. “Quando se pede uma audiência ao presidente da República, a gente sabe que não é imediata a resposta, estamos aguardando“, afirmou. Segundo o governador, existem “projetos estruturadores” para Pernambuco que ele pretende apresentar a Bolsonaro.

Paulo Câmara minimizou a alfinetada de Bolsonaro em entrevista ao SBT, direcionada aos governadores do Nordeste e se disse surpreso com a informação de que os governadores nordestinos se recusaram a colocar a sua foto oficial nos gabinetes, dizendo que ele não era “o presidente deles“, e que esperava que eles “não viessem pedir nada“. Paulo se disse surpreso pois não existe o protocolo de colocar foto presidencial em gabinetes dos governadores. Em relação a ausência na posse do presidente, o governador explicou que a sua própria posse foi no mesmo horário, por isso não pode comparecer.

Sobre a carta enviada pelos governadores do Nordeste a Bolsonaro, no final do ano passado, Paulo esclareceu que a intenção do grupo não foi criticar Bolsonaro, mas apontar as demandas da região. “Em momento nenhum foi uma forma de fazer algum tipo de represália a governo federal“, disse.

Apoio a Rodrigo Maia
Na mesma entrevista após uma reunião com a bancada federal do PSB, esperava-se que Paulo Câmara anunciasse a posição do partido em relação à presidência da Câmara dos Deputados. No entanto, o governador se resumiu a desmentir a informação de que a legenda já teria fechado apoio à candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ), mas também não descartou essa possibilidade.

Conversando com os membros da bancada, principalmente da bancada de Pernambuco, percebi que eles estão muito cientes da necessidade de conversar com todos os candidatos, isso é natural no processo“, disse Paulo Câmara. Segundo o governador, o partido conversará tanto com as candidaturas já postas, como a de Maia, quanto com todos os outros candidatos, podendo, a depender do contexto, lançar candidatura própria, hipótese que o próprio Câmara considerou remota.

Paulo, que é vice-presidente nacional do PSB, informou que a bancada do partido terá uma reunião em Brasília com o presidente do PSB, Carlos Siqueira, nesta quinta-feira (09), da qual não participará. Para o governador, o apoio dependerá da disposição do candidato de assumir compromisso com a independência do poder legislativo e com a garantia de diálogo com a oposição. “Nós somos oposição ao governo Bolsonaro mas queremos ter nossa voz também nos debates, nós não podemos ser atropelados. Isso tem que ser um compromisso do próximo em deixar os partidos de oposição falar e participar dos debates e discutir“, comentou.

E seja um poder que tenha um compromisso maior com o Brasil Isso vai ser levado em conta por nossa bancada nas conversas que estamos fazendo. Nós vamos tomar uma posição oficial mas depois desse amplo processo de diálogo“, informou Paulo.

Folha de Pernambuco




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário
087 9 9805 9627

Redes Sociais


Enquete


Nenhum registro encontrado


Publicidade Lateral
Estatísticas
Visitas: 3146450 Usuários Online: 34


Fan Page

Parceiros


Sertão Noticias.com
Copyright (c) 2019 - Sertão Notícias - Todos os direitos reservados